TESTEMUNHO

 

Banda ViA 33 se apresenta pela primeira vez em Presidente Prudente

 

Interagindo com o público, contanto histórias sobre o grupo e revelando como nasceram algumas canções, músicos impressionam fãs

 

Texto: Elis Mungo

Fotos: Leandro Campos

Equipe de Comunicação do 1º Encontro de Campistas

Com doze anos de carreira, três CDs e dois EPs, diretamente da capital paulista, a banda ViA 33, pela primeira vez na cidade de Presidente Prudente e região, se apresentou para os participantes do  1º Encontro de Campistas da Diocese de Presidente Prudente, na tarde de sábado (28).

 

Composta por João Paulo (vocal e guitarra), Paulo Márcio (guitarra), Adriano Reis (baixo e backing vocal) e Denilson Rufino (baterista), com estilo musical que vai do Pop ao Modern Rock, a banda interagiu com o público e apresentou suas principais faixas musicais.

 

O integrante da banda João Paulo falou da experiência de estar em novos lugares.  “Esses momentos são de uma extensão das nossas vidas dentro das paróquias, não podemos simplesmente nos restringir a um final de semana, isso precisa ser um link para que fortaleça nossa vivência dentro das comunidades”, comenta o vocalista.

 

Durante o show, Paulo Márcio, o guitarrista, testemunhou sobre como nasceu a música “Minhas Lembranças”. Ele contou que a mãe dele teve um câncer e quando ele tinha 18 anos ela veio a falecer. Com o passar dos anos, Paulo casou e teve um filho e seu filho sempre o pediu para conhecer a avó. “Um dia o levei ao túmulo dela, porque ele me pediu, ele tinha apenas sete anos. Chegando lá, ele perguntou quem era a avó dele e eu mostrei a foto da minha mãe. Ele colocou as mãos sob a foto e começou a chorar. Sem entender, eu perguntei o porquê e ele respondeu: pai, se sou o que sou, mesmo sem conhecê-la, devo muito a ela, por tudo o que ela fez por nossa família”,  conta Paulo emocionado.  

 

Paulo Mattos, da paróquia Santa Rita de Cássia de Presidente Prudente, fã da banda e um dos responsáveis pelo grupo estar presente no encontro, fala que sempre gostou muito de rock e sempre buscou conhecer bandas novas. Além disso, sempre está acompanhado da sua esposa Silvana e seus três filhos, Samuel, 5, Marcos,7, Pedro, 14, e Ester de 16 anos. “Eu comecei a acompanhar o trabalho deles no Hallel de Maringá e a partir daí eu não parei mais”, explica Mattos.

20170128_153718[1].jpg

Família com músicos da banda ViA 33 ao final da apresentação no palco principal do Encontro

Foto: Elis Mungo

 

 

Após o show da banda ViA 33, os encontristas participaram dos módulos formativos que estavam acontecendo e aguardavam o show da banda Ceremonya.