EXPRESSÃO MUSICAL

 

Ceremonya usa o heavy metal para evangelizar

 

Banda católica, indicada para o Grammy Latino 2016, dá show no palco ao cantar em ritmo pouco comum, as glórias de Deus

 

Texto: Aline Martins

Fotos: Roberto Mancuzo

A banda formada por cinco integrantes, sendo eles Danilo Lopes (Bateria/Vocal), Nei Medeiros (Teclado/Backing), Gustavo Dübbern (Guitarra/Backing/Violão), Régis Costa (Baixo) e Eduardo Zanchi (Guitarra/Violão/Backing) possui uma proposta diferente para evangelizar e demonstrou isso hoje (28) no 1º Encontro de Campistas, promovido pela Diocese de Presidente Prudente.

 

“A gente faz um som específico, o Rock’n’roll. Pegamos um som pesado e expressamos o evangelho que vivemos e buscamos na intimidade com Deus”, explica Lopes.

 

Um dos momentos marcantes do show foi quando o vocalista da banda pediu para que o público se ajoelhasse e se unisse em um momento de oração. Mesmo com um estilo marcado pela força e agitação do rock, neste instante todos se silenciaram para louvar e agradecer.

 

Com uma carreira de aproximadamente 13 anos, a banda hoje trabalha com o álbum “A vida num segundo”, indicado para o Grammy Latino 2016. A música “Escolho Não Chorar” é especial para Lopes, pois fala de superação, problema com depressão e prega com mensagens do tipo “Cada passo que damos construímos momentos novos”, o amor a Deus e à vida.

 

Toda essa fama e intensidade na transmissão do Evangelho já tocou, inclusive, prudentinos. Raphael Parpineli disse acompanhar a banda há alguns anos, no entanto, deve sua própria conversão ao testemunho do vocalista e baterista Danilo Lopes. “Através do testemunho dele me converti, no sentido de vivência na igreja e aumento da fé”, explica.